Arquitetura de uma casa Colonial e Rústica

Esse é um projeto de uma construção rustica de 2 andares mais um sótão, com o primeiro andar inspirado em ambiente aberto e  rústico, todo aberto, e no segundo temos os quantos e no terceiro um sótão para descanso, esse último com um telhado formado por quatro aberturas e com 8 grandes “águas”.

Quem já passou pelo menos umas férias ou um final de semana no campo, já sonhou em se mudar em definitivo para lugares como esse e sabe dessa sensação que transmite o clima tranquilo e bucólico do interior, e como dizia aquela música da Elis Regina:

Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa compor muitos rock’s rurais
E tenha somente a certeza
Dos amigos do peito e nada mais. 

Esse projeto tem o intuito de buscar um resgate ao estilo tradicional de se viver, da mesma forma de antigamente e ter experiência de tranquilidade de dos tempos mais simples. Esse foi o pedido da cliente que fosse retratada nessa construção da residência.

Características do projeto

Na sua fachada foram usadas toras de madeira de reflorestamento de toras brutas, ajudam a preservar o meio ambiente, pois, não utiliza arvores nativas,  tratadas em autoclave, para proteção contar cupins. Uma das principais características desse projeto arquitetônico rústico, é o seu estilo simples, mas sem ser simplório, de tal forma que as peças e o mobiliário podem ser conseguidas sem muitas premissas e foi decorada com móveis antigos onde é feito um trabalho de recuperação e reforma.

Assim como seus elementos de decoração antigos foram usados para dar personalidade a essa arquitetura.

Interior da Casa Rustica.

Na parte interna foram usadas cortinas almofadas coloridas e os tons das paredes internas são suaves e com isso, o ambiente fica com uma harmonia agradável. Quando conseguimos equilibrar e combinar esses elementos que tem a natureza como sua expiração é satisfatório, recuperar o antigo dá uma sensação de evolução e aconchego.

Os mobiliários são únicos e próximo de serem artesanais, contam uma história e muitas vezes possuem marcas do tempo. Esses móveis não são encontrados em lojas de produção em massa.

Foi baseado nessas informações e características que a família resolveu trazer esse sentimento para uma residência na cidade, na verdade, um pouco afastado da metrópole, mas não muito em um local há cerca de 5 minutos da praia de Grumari, no Recreio dos Bandeirantes.
Parte externa.

Com o terreno de 200 metros quadrados foi possível criar um projeto de sobrado rústico onde somente as varandas, telhado, portas e janelas foram usadas toras de eucalipto de reflorestamento, que são peças de madeira de tratadas dando um aspecto original campestre, o restante foi usado alvenaria de tijolos e argamassa de cimento.

Essa decoração é conhecida por ter seus detalhes de acabamento simples, entretanto, o visual chama muito a atenção de quem o vislumbra por fora, fazendo com que a ela exale o aconchego que ela oferece aos donos da residência.

Como orçamento está apertado, alguns detalhes foram usados para viabilizar o projeto desse sobrado, como dito anteriormente a substituição dos caibros, colunas e vigas de madeira por toras roliças de eucalipto tratado, desse modo, toda parte dos quartos, preservando o meio ambiente com o uso de madeiras cultivadas.

Sala e cozinha foram construídas em alvenaria tradicional, isto é, tijolo argamassa. Outro detalhe interessante são as colunas que sustentam o telhado das varandas, elas sofreram uma pequena inclinação para ter um diferencial simples e elegante.

As telhas usadas nesse projeto são do tipo coloniais de cerâmica clara com mescla de fogo do cozimento, essas telhas são queimadas fazendo uma textura uniforme e um grande mosaico já que uma é diferente da outra.

O projeto desta morada rústica recebeu a pintura na cor terracota já esteve bastante na moda e foi destaque inclusive na decoração de interiores.

Esse tom de cor é típico e conhecido como “cor de terra” ou “laranja queimado”, até mesmo argila sendo uma coloração quente uma mistura de marrom e laranja. O uso da “cor de terra” na pintura da casa foi uma opção de cor e textura para esse projeto, pois, ela dá um toque de sofisticação e elegância.

A característica principal desse projeto é o telhado que possui muitas águas trazendo uma leitura da habitação mais tradicional já que a cobertura é a marca o que dá personalidade a construção.

A porta principal, foi utilizada nela uma de demolição que marca a entrada com seu telhadinho de casa do campo, lugar perfeito para pendurar uma rede.